O Blog Info_Educa_Resende é destinado aos professores que buscam descobrir na tecnologia uma nova prática de ensino capaz de envolver o aluno de hoje.

Professores que desejem lançar fora o giz e caminhar em direção ao futuro.

Trilhem conosco este novo caminho!







terça-feira, 30 de junho de 2009

O papel do professor de Informática Educativa

O Coordenador (professor) do Laboratório de Informática
...para introduzir a Informática na escola, não basta ter um laboratório equipado, professores treinados e um projeto pedagógico. A experiência mostra que sem a figura do coordenador de Informática o processo “emperra”. Mas quem é esta pessoa? E por que ela é tão importante?
Peça principal do processo, ele não deve ter apenas uma formação técnica. Muitas escolas contratam técnicos pelo seu baixo custo. Esse profissional deve ter uma formação pedagógica, uma experiência de sala de aula. Não necessita ser um pedagogo, mas que tenha um envolvimento com o processo pedagógico. Deve ser capaz de fazer uma ponte entre o potencial da ferramenta (software educativos) com os conceitos a serem desenvolvidos.
O coordenador não é apenas um facilitador, mas o coordenador do processo, ele deve perceber que o momento de mudar de etapas e de propiciar recurso necessários paraimpulsionaras engrenagens do processo, como por exemplo: a formação de professores e recursos necessários, como softwares.
O coordenador de Informática dever estar atento e envolvido com o planejamento curricular de todas as disciplinas, para poder sugerir atividades pedagógicas, envolvendo a Informática. Entretanto, sem apoio da coordenação ou da direção, não terá força para executar os projetos sugeridos.
Em resumo, o coordenador de Informática deve:

-ter uma visão abrangente dos conteúdos disciplinares e estaratento aos projetos pedagógicos das diversas áreas, verificando sua contribuição;
-conhecer o projeto pedagógico da escola;
-ter uma experiência de sala de aula e conhecimento de várias abordagens de aprendizagem;
-ter a visão geral do processo e estar receptível para as devidas interferências nele;
-perceber as dificuldades e o potencial do professores, para poder instiga-los e ajuda-los;
-mostrar para o professor que o Laboratório de Informática deve ser extensão de sua sala de aula e esta deve ser dada por ele enão por uma terceira pessoa;
-pesquisar e analisar os softwares educativos;
-ter uma visão técnica, conhecer os equipamentos e se manter informado sobre as novas atualizações
-estar constantemente receptível a situações sociais que possam ocorrer .

Leiam o texto completo: http://www.clubedoprofessor.com.br/artigos/artigojunio.htm

Um comentário:

  1. Muito interessante seu posicionamento e preocupação, quanto ao bom uso do laboratório de informática, como também, quem vai impulsioná-lo para contribuir com o processo de ensino-aprendizagem do aluno.

    ResponderExcluir

Deixe aqui o seu recado